Pantera – Cowboys From Hell

pantera-cowboys-from-hell-lp-20024-MLB20183325861_102014-F

O álbum Cowboys from Hell é o quinto álbum de estúdio da banda de thrash metal Pantera e hoje está completando 25 anos, foi lançado em 24 de Julho de 1990. É o primeiro sucesso comercial da banda considerado por muitos como o “verdadeiro” primeiro álbum do grupo, pois marca uma nova fase onde eles deixam o glam de lado e começam a exibir traços de thrash, definindo as bases do que viria a se chamar groove metal que se concretizou no álbum seguinte. Cowboys From Hell’ é um clássico como poucos. Existem álbuns em que facilmente distinguimos as músicas mais fracas ou piores, mas neste álbum em particular, dizer que uma faixa ou outra é fraca é difícil, pois todas são excelentes formando esta ‘obra prima’ e certamente todo mundo que gosta de metal já bateu cabeça ouvindo este álbum.
Desde o começo, com a fenomenal ‘Cowboys From Hell’ onde ficamos delirados com a sonoridade da guitarra de Dimebag e o ritmo de Vinnie Paul na bateria, os excelentes vocais de Anselmo ou então o espetacular uso do baixo por parte de Rex Brown. Música clássica, bem como a seguinte ‘Primal Concrete Sledge’ que é simplesmente brutal. ‘Psycho Holiday’ vai seguindo a excelência com riff’s de guitarra que nos fazem chorar. Em seguida vem ‘Heresy’ e a guitarra de Dime, faz o que muitas vezes duas ou trés não conseguem fazer. Agressiva, rápida, vocais poderosos de Anselmo, fantástica. Segue-se Cemetery Gates que é uma das melhores baladas de metal de todos os tempos. ‘Domination’ mostra o que o Thrash Metal de fato é. Técnica, vocais fortíssimos, excelente solo de guitarra e um grande trabalho de bateria. Já ‘Shattered’ é puro Speed/Thrash Metal do inicio ao fim. ‘Clash with Reality’ é outro clássico. Uma faixa mais Groove, com um excelente trabalho de bateria, após clássico atrás de clássico, surge agora a obra prima ‘Medicine Man’. Grande ritmo, ora mais lento ora mais rápido mas sempre com um grande peso e agressividade. ‘Message in Blood’ tem um inicio matador e segue os seus 5 minutos de duração com grande qualidade, sendo também uma das melhores do álbum. ‘The Sleep’ começa calmamente, mas torna-se numa faixa cheia de peso e o álbum se encerra com ‘The Art of Shredding’ que é do outro mundo.
Este foi o álbum que fez surgir um novo Pantera e que mostrou o novo e acertado, caminho pelo qual a banda deveria seguir. Tanto que a banda considera “Cowboys From Hell” como seu álbum de estreia e renega totalmente os lançamentos e a fase anterior, tornando seus quatro primeiros álbuns itens de colecionadores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s